30 de abr. de 2020

Como é Morar no Bairro do Brás

(Foto da estação ferroviária do Brás)



A escolha de um bairro para morar não é nada fácil, a começar pela a quantidade. Só na cidade de São Paulo são 96 bairros e todos com diferentes acessibilidades, costumes e ouso dizer que até com diferentes culturas.

Com o boom imobiliário vários bairros estão ganhando novas residências em formato de prédio, com o Brás não é diferente, o bairro vem ganhando novos moradores e “arranha-céus” desde 2012, graças a um projeto da prefeitura de repopularizar as zonas centrais da cidade.

Sobre o Brás:

O bairro começou a ser formado no século 18 em volta da igreja Senhor Bom Jesus do Matosinho em uma chácara que pertencia José Braz, sendo assim, mais tarde o nome acabou sendo abreviado para o Brás que nós tanto conhecemos.

O distrito permaneceu com as características interiorana até o final do século 19, até que começou a desenvolver-se graças a chegada do café e dos imigrantes, em sua maioria italiana que presenteou o Brás com suas famosas cantinas, como a cantina Gigio, por exemplo, e a Festa de São Vito.

Já por volta de 1940 a região recebeu de braços abertos os retirantes nordestinos que fugiam da seca do Nordeste, eles se instalaram ao redor da estação ferroviária e aos poucos o Brás foi perdendo a cara italiana para dar lugar a fábricas e comércios. Com a chegada do metrô nos anos 70, potencializou-se ainda mais os traços comerciais no bairro do Brás até o mesmo tornar-se o que é hoje.

Morar no Brás:

Prós:

  •         Facilidade de acesso a tudo, seja por transporte público, carro ou a pé
  •          Além da estação da CPTM/Metrô há muitas linhas de ônibus que saem ou passam pelo o Brás
  •          As agências dos principais bancos estão presentes no bairro
  •          Fácil acesso à grandes universidades como Anhembi Morumbi e São Judas
  •          Próximo ao mercadão municipal e a zona cerealista
  •         Próximo a lazer e a cultura como o Museu da Imigração e o Cata-Vento
  •          Há a possibilidade de ir na 25 de Março e Santa Ifigênia a pé
  •          Um dos maiores centros comerciais têxteis está aos seus pés
  •         50% das coisas que você precisa para reformar ou decorar a sua casa é encontrado na rua do Gasômetro


Contras:

  •         O bairro é extremamente sujo, tanto na parte majoritariamente comercial, como na parte onde há residências
  •          Por conta da sujeira é muito comum cruzar com vários roedores e baratas durante a noite
(Foto do lixo no Brás)
  •          As intermediações da estação de trem e os viadutos são tomados por moradores de rua e cheiro de fezes e urina
  •         Não há um hipermercado, apenas minimercados como o Dia
  •         Não há muitas variedades de restaurantes ou barzinhos, principalmente a noite
  •          As poucas praças que temos por aqui são mal cuidadas, possuem lixo, mato alto, poucas ou nenhuma opção de brinquedos para as crianças. Em algumas ainda é possível encontrar moradores de rua e usuários de droga
  •          No fim de ano as possibilidades de você ser assaltados (mesmo na área residencial que não há muitos comércios) triplicam
  •          Não há muitos comércios práticos por aqui como padarias, mercados e drogarias
  •         Não é um lugar muito agradável de passear com o seu pet por conta do lixo, fezes e quantidade de vidros quebrados na rua
  •          Todos os Sábados há uma terrível feira do rolo na rua Prudente de Moraes que fica paralela ao metrô. Ela começa a ser montada as 14h00 e vai até a manhã de Domingo, as pessoas que frequentam essa feira parecem ser verdadeiros zumbis e sabemos que a procedência dos produtos vendidos na feira é, em sua maioria, roubados. No dia posterior a feira a rua fica ainda mais suja e a polícia tem o conhecimento na feira, mas alega que não consegue tira-la de lá.
(Feira do rolo na Rua Prudente de Moraes)



Saiba Mais:

Eu já moro no Brás há dois anos e tudo que escrevi aqui neste singelo artigo é a verdade, apesar de tudo eu gosto bastante de morar neste bairro por sua acessibilidade, mas confesso que se soubesse de metade dos problemas que o bairro ainda sofre apesar de ser tão antigo, eu reconsideraria a comprar de um imóvel por aqui.

Para mais informações sobre o bairro e opiniões minha, eu também gravei um vídeo sobre o tema, é só dar o play e assistir. Um beijo e até :*




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, me deixe um recadinho, se quiser que eu siga ou veja o seu blog é só deixar o link. Beijinhos.

© 2012-2018. Todos os direitos reservados.
Criado por: ISABELY RODRIGUES.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo