30 de jan de 2017

O que eu achei de Eu Fico Loko O Filme

(Atenção, esse texto contém spoiler, mas nada que te faça perder o interesse no filme, na vida, em si mesmo)

Assisti esses dias Eu Fico Loko, não que eu seja fã do  Christian Figueiredo, na verdade eu nunca havia assistido nenhum vídeo dele, mas como hoje os Youtubers são as novas celebridades não dá pra não saber quem é. Vi o trailer no cinema e logo de cara já fiquei interessada, também logo eu, a louca dos filmes adolescentes como As Melhores Coisas do Mundo e Confissões de Adolescente, fora todos os outros filmes americanos de High School que eu já assisti e amo muito.

O filme é uma adaptação do livro de Christian e segundo ele tudo o que acontece no filme aconteceu na vida real, mas claro com cenas bem mais romantizadas, afinal estamos no cinema. Basicamente a trama gira em torno de um adolescente comum, no caso o Christian, que esta tentando vencer a adolescência sem perder a cabeça completamente e durante toda a trama vemos o protagonista passar por situações comuns como o primeiro amor, o primeiro beijo,a primeira transa e a primeira namorada, enfim, é como se aquela história pudesse ser a história de qualquer um de nós o que claro, causa grande empatia com o  público.

Claro que depois de estudar Publicidade e Propaganda não vejo as coisas mais como antigamente, é como se o meu cérebro sempre estivesse colocando em prática o que eu aprendi nas aulas e em especial em Eu Fico Loko eles não colocaram nada de novo, apenas usaram técnicas mais velhas que o arco da velha para conquistar o coraçãozinho de quem assiste, como o protagonista que fala diretamente olhando pra você (ou para câmera) como em Curtindo A Vida Adoidado. Percebi que o filme fica um pouco vago também, é como se ele só tivesse um plot principal e os sub plots não existissem, ou seja, tudo gira em torno do protagonista e as coisas acontecem para alimentar a sua história fazendo com que todos os outros personagens sejam meros figurantes e não possuam história nenhuma, por exemplo: Os pais do Christian são separados, divorciados ou casados? Por que a vó dele mora com ele? Como é a relação com sua irmã? A Gabriela, o que aconteceu em sua criação para ela ser tão diferente de seus pais? Por que ela tenta passar uma coisa que não é? E a Alice, afinal qual é a dela? Ela quer zoar o Christian, só esta interessada nas caronas, sente pena dele ou no fundo deu alguma condição para o mesmo? O Christian virou uma celebridade após 7 anos, mas nesse tempo o que aconteceu também com a Alice, o Mauro, a Gabriela e o Yan? Enfim,muitas coisas sem desfecho.

Outra coisa que me intriga um pouco também é o fato do  Christian ir deixando ser levado pelos os acontecimentos sem uma opinião forte sobre aquilo, como, por que ele beijou a menina que o melhor amigo dele estava interessado? Depois disso como teve coragem de não contar o acontecido ao ver que as coisas entre o Yan e a Gabi iam ficando mais sérias? E o pior de tudo, como ele foi capaz de transar com a mesma sabendo que o Yan estava machucado fisicamente? Mais tarde, se ele gostava mesmo da Alice como foi capaz de deixa-la em um momento importante pra ir ficar com a Gabi?

Apesar desses pontos o filme é bem gostoso de se assistir, principalmente pra quem como eu ama gêneros do tipo, fiquem com o trailer, beijinhos :*



13 de jan de 2017

365 dias de Gratidão: Dia 7


Já começo o post com o gif que me define desde segunda feira, mas especialmente hoje estou bem irritada, pois eu já tentei de tudo e nada funciona, mas a prova que eu sou brasileira e não desisto nunca é toda essa minha teimosia! Porém a gratidão de hoje vai para pelo menos um dos problemas que aconteceu no finalzinho de 2016 e foi resolvido hoje, resumindo em Novembro eu comprei uma chaleira linda de Cupcake pelo o Walmart que eles simplesmente demoraram um mês pra me entregar e na data prometida da entrega não me entregaram nada! Só após um mês  e a minha reclamação foi que eles foram checar que o produto que eu paguei não estava mais em estoque. Meu dinheiro foi estornado hoje e já realizei a compra de outra chaleira, até mais bonita, mas em outro site é lógico, pois no Walmart eu não compro mais nada nunca mais! A vida é assim, dias de luta e dias de glória...

12 de jan de 2017

365 dias de Gratidão: Dia 5 e 6


Hoje tem post assim dobradinho de novo, não por causa do Notbook quebrado, mas sim por conta do meu trabalho mesmo. Sempre gosto de fazer esse post no fim do dia para viver todos os acontecimentos possíveis e relatar pra vocês e acontece que ontem cheguei bem tardão em casa após uma longa reunião, pra ser mais específica eram duas horas da manhã e eu só queria a minha cama!

Mas cheguei em casa e ainda tive que arrumar as minhas coisas para viver o dia de hoje no parque aquático e quebrar mais um pouco da minha cabeça tentando concertar o meu Notbook, eu juro pra vocês que é questão de honra arrumar ele sozinha e que eu vou tentar até o ultimo, o técnico vai ser a minha última opção, agora mesmo ele esta bem na minha frente instalando o Windows 8 e torço pra que dê tudo certo, pois sempre que eu penso que agora ele foi, ele flopa.

Hoje foi um dia bem agitado e divertido, fui umas 5 vezes no tobogã, levei água na cara do mesmo, me diverti na piscina de ondas e relaxei na piscina aquecida! Mas apesar de tudo isso parecia que tudo iria dar errado, primeiramente porque marcamos para sair as 7h30 de casa e saímos quase as 10h00 (coisas de família), fomos em dois carros e a 15 km do parque um deles simplesmente morreu e não andava nem para frente e nem para trás, a solução foi ir uma parte da galera para o parque de Uber para não perder o valor já pago e a outra ir concertar o carro, chegamos no parque e quase não conseguimos entrar, pois todos os ingressos estavam no nome do tio do meu noivo que ficou na estrada esperando o carro ser guinchado e nós não tínhamos nenhum documento dele ali que naquele caso era obrigatório já que ele não estava presente, porém explicamos a nossa triste história e eles foram bem compreensivos. A diversão finalmente começou e de repente veio uma chuva de verão com direito a raios e trovões que fez todo mundo sair da piscina e procurar abrigo. É realmente esse foi algo que eu chamo de "passeio de grego", mas mesmo com todos esses contra-tempos agradeço a Deus, pois nem sempre exatamente tudo precisa dar certo para você se sentir feliz ao lado das pessoas que você ama. E pra finalizar, uma fotinho desse dia:


9 de jan de 2017

365 dias de Gratidão: Dia 3 e 4

Hoje terei que postar o dia 3 e o dia 4 da minha gratidão aqui no bloguinho, não por relaxo, mas sim porque ontem enquanto eu tentava editar o vídeo do Iallas (meu noivo) que iria para o ar hoje o meu Notbooksimplesmente deu um ptzão e só esta entrando em um loop infinito do Reparo Automático do Windows, não sei se isso já aconteceu com vocês, mas comigo é a 4ª vez que acontece e de todas as outras vezes eu consegui arrumar sozinha de um jeito ou de outro, mas dessa vez o Notbook simplesmente não quer reparar e eu estou me sentindo quase uma hacker tentando descobrir como vou arrumar isso, se eu não conseguir terei que gastar alguns temers com um técnico mesmo.

A minha gratidão desses dois dias vai para o Iallas, acho que a gratidão de muitos dias que estão por vir irão para ele, pois é inevitável, mas nesses dois dias em especial vai pelo tanto que nos nos divertimos ontem gravando vídeos e preparando tudo para o canal dele e hoje por todas as coisas simples que fizemos, como a competição para ver quem abotoava as abotoadeiras da camisa dele mais rápido. Tenho que dizer que eu ganhei e que o Iallas apanhou muito dos botões minúsculos da abotoadeira, mas a gratidão em especial é por ele ter me emprestado o seu Notbook para que eu pudesse tentar concertar o meu e tamém não ficar sem enquanto não encontro uma solução, ele sabe o quanto eu uso o Notbook todos os dias e me fez este agrado. Obrigada, amor <3 Ah, e não se esqueçam de ir xeretar como o canal do Iallas ficou, isso nos rendeu horas de trabalho em um notbook flopado. Vejam aqui, beijos.


7 de jan de 2017

365 dias de Gratidão: Dia 2

Há uns dois dias atrás entrou uma lagartixa no meu quarto e eu tenho um certo horror/medo a elas, é tanto medo ao ponto de quase ter um mini infarto ao me deparar com uma e ficar completamente paralisada se eu a encontro em algum cômodo da casa e pois bem, uma entrou no meu quarto e não conseguimos tira-la daqui de jeito nenhum. A mesma se escondeu no meio dos meus bichos de pelúcia e como já era tarde da noite minha mãe desistiu de procurar e falou pra eu dormir na sala (sim, tudo por causa de uma lagartixa). No outro dia eu abri as janelas do quarto na esperança dela ir embora, mas o pior do que ver uma lagartixa no seu quarto é não ver mais uma lagartixa no seu quarto e custou para eu querer dormir lá quando a noite chegou, convencida pelo o meu pai eu dormi, com um certo medo dela subir em mim se ainda estivesse lá já que a minha cama é completamente colada na parede, mas dormi. Quando o sol levantou eu também acordei e não conseguia mais dormir só pensando se ela ainda estava ali, foi quando peguei o meu cobertor e fui para o quarto da minha mãe dormir mais um pouco lá. Isso me lembrou quando eu era criança e todos os Sábados levantava exatamente as 6:00 da manhã, ia no pé da cama da minha mãe e ficava tentando acorda-la para ela ir fazer Nescau pra mim e depois me enrolava no cobertor dela e ficava horas e horas assistindo os melhores desenhos da vida no Sábado Animado, como era bom momentos assim e hoje eu revivi um pouquinho disso, pois não importa o quão boa a sua cama seja a da sua mãe será sempre melhor. Gratidão por momentos assim!
© 2012-2017. Todos os direitos reservados.
Criado por: ISABELY RODRIGUES.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo