2 de jun de 2015

A culpa não é das estrelas.


Hoje (26/05) eu estive presente em mais uma aula de Estrutura de Roteiros da faculdade (pra quem não sabe eu faço Publicidade e Propaganda) e aconteceu um fato muito interessante que merece ser comentado aqui no bloguinho.
Pra vocês entenderem um pouquinho do que eu estou falando vou explicar tudo do começo, há umas duas semanas atrás a professora responsável pela matéria nos passou um dos trabalhos que compõe a nota da N1, a tarefa era simplesmente pegar o conto Os Assassinatos da Rua Morgue de Edgar Allan Poe e escrever um roteiro que poderia ser baseado, inspirado ou adaptado no conto e valia quatro pontos. Do roteiro se originaria um vídeo que valia dois pontos e assim seria uma das notas da nossa querida N1.
A semana de apresentação dos trabalhos chegou e consequentemente a de correção deles também e a decepção da professora com a sala foi geral o que nos proporcionou uma bela "comida de rabo" toco, ou o que vocês quiserem.
Assim como grande parte da sala o meu grupo/agência tirou 0,5 ponto no roteiro. SIM BRASIL, NÓS TIRAMOS MEIO PONTO EM UM ROTEIRO QUE VALIA QUATRO PONTOS e não, não foi por burrice, preguiça, falta de louça pra lavar ou nada do gênero, foi por pura falta de atenção, mas como assim atenção? Pra quem esta lendo e já fez faculdade, TCC, curso técnico ou estuda em uma escola com professores bem rigorosos sabe que qualquer tipo de trabalho deve ser entregue nas normas padrões da ABNT e com um roteiro não é diferente embora essas normas não sejam as mesmas. O fato foi que embora grande parte da sala tenha feito trabalhos maravilhosos, com histórias bem escritas e toda a dedicação do mundo, o roteiro foi escrito de "qualquer forma" não obedecendo nenhum pouco essa normas de formatação que já haviam sido explicadas em sala de aula.
Nosso roteiro não tinha nem um pouco cara de roteiro, na verdade parecia mais uma redação, então vocês já devem ter imaginado o tamanho da bronca e da nossa decepção com nós mesmos (pelo menos da minha parte).
Mas nós agora chegaremos aonde eu realmente quero chegar, muita gente reconheceu o seu erro e percebeu que a culpa daquela nota tão baixa se atribuía somente a ele mesmo pela falta de atenção, mas grande parte da sala jogou a culpa na professora falando que ela não sabia explicar nada direito, era arrogante, dona da faculdade e os xingamentos no grupo da sala foram de infeliz pra baixo e eu só observei tudo aquilo vendo como certas pessoas nunca têm a humildade de assumirem que errou e pior que isso, quando erram ainda possuem a capacidade de dizer que a culpa não é dele e sim de segundos ou terceiros.
Eu realmente lamento muito por pessoas assim, afinal será que algum dia elas serão capazes de aprender com os erros ou sempre repetirão o mesmo vacilo consequentemente atribuindo a culpa ao outro?
Deixo essa reflexão pra vocês, digam o que acham! Ah, sabiam que o blog também tem um Canal e uma Fan Page? Então se inscreva e curta lá para receber todas as novidades, beijão. Youtube | Fan Page

11 comentários:

  1. Eu concordo com você como vamos aprender com os NOSSO erro se colocarmos a culpa em outra pessoa?
    http://pensamentosdefabs.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Já passei por isso e o pior é que a gente sempre acha que o trabalho tá ótimo, vamos tirar total e pronto. Mas isso foi bom ter acontecido com você, sabia? A gente apanha pior aqui fora..

    Beijinhos..

    http://soucacheada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá Minha Linda!
    Situação bem complicada essa hein!
    pelo nota e tanto a situação da culpa.
    As vezes olhar e reconhecer que erramos também é necessário, porque realmente assim aprendemos!
    Beijokas da Carol da Camila :*
    www.vamospapear.com

    ResponderExcluir
  4. Nossa, que chato heim... Mas a vida é assim, e temos que aprender com os nossos erros e tbm com os erros dos próximos, ja tirando de experiencia;

    Bjuuuuuu
    http://www.blogjumedeiros.com/

    ResponderExcluir
  5. Realmente as vezes é falta de atenção isso minha mãe
    diz que falta de atenção, mais você com certeza se ligou
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=eNNlFtDc1-o
    Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Isabely, sei bem como é essas coisas... Na facul somos muito cobrados, hoje tenho uma boa noção sobre isso pois estou fazendo minha segunda graduação e já fiz parte do grupo de Iniciação Científica na facul... ABNT é regra. E como você disse...Tem pessoas que são incapazes de reconhecer o próprio erro... não irão chegar longe assim... Adorei a postagem;-)
    Beijos e beijos^.^
    http://thathabulle.blogspot.com.br
    https://www.youtube.com/c/thathabullé (estou começando agora, vou amar sua visita)

    ResponderExcluir
  7. Isso acontece muitas vezes não só em trabalhos de escola como no dia-a-dia, é difícil as vezes as pessoas se aperceberem que estão erradas e admitir.
    Enfim.
    Beijo**

    ResponderExcluir
  8. O pior é que sempre dão um jeito de por a culpa em alguém que não sejam as proprias pessoas né. Sempre. Que chato ter tirado meio. :/
    Beijos gata!
    http://livrosamoremais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Existem muitas pessoas assim, infelizmente! Não são capazes de reconhecer que erraram e levar esse erro como aprendizado para fazer melhor e diferente da próxima vez!
    Beijos

    http://www.acessojovem.com.br

    ResponderExcluir
  10. A melhor maneira de se lidar com isso é realmente o que você falou reconhecendo que erramos, pois são com o erros que aprendemos. Agora aqueles que não conseguem fazer o mesmo o nosso papel é orar e torcer que quem sabe um dia eles aprendam o mesmo que a gente. beijooos Isa!

    ResponderExcluir
  11. Eu também ficaria super triste se tivesse que passar por isso, nunca tive um professor rigido dessa forma e ainda não estou na faculdade mas conheço os padrões e odeio eles, acho totalmente idiota.
    http://corujasemasas.blogspot.com.br/
    Beijos! <3

    ResponderExcluir

Olá, me deixe um recadinho, se quiser que eu siga ou veja o seu blog é só deixar o link. Beijinhos.

© 2012-2017. Todos os direitos reservados.
Criado por: ISABELY RODRIGUES.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo