30 de set de 2012

Mano e Milk em: Na alegria e na doença.

Cheguei na casa de Milk, tudo estava quieto; Quieto e escuro; Quieto até demais por ser a casa de Milk. Ela até podia morar sozinha, mas sempre fazia muita bagunça e pra completar barulho, eu realmente tinha dó dos vizinhos.
— Milk, você esta em casa? — gritei mas não obtive resposta. Tentei mais uma vez, mas nada.
Será que essa doida tinha saído e largado a casa toda aberta? Fui subindo e abri a porta do quarto de Milk, ela estava lá, parecia desmaiada na cama, mas só estava de olhos fechados.
— Milk?
— Oi Mano, o que esta fazendo aqui? — ela disse com a voz extremante falha.
— Eu combinei de pegar a Aline pra ir no japonês e no caminho resolvi passar aqui, mas o que você tem? — perguntei preocupado já que a sua aparência não era nada boa.
— Nada, só estou um pouco doente.
Coloquei a mão na testa dela e dava até pra fritar um ovo ali em cima de tão quente que estava.
— Um pouco Milk? Você esta queimando em febre!
— É besteira, já, já passa — as vezes eu odiava a calma de Milk, eu num estado desses já estava no hospital, ou melhor, já estava em casa com a minha receita e os meus medicamentos na mão.
— Não Milk, não vai passar, você está branca feito um fantasma e queimando em febre. Anda, vá se vestir e vamos agora pro hospital.
— Eu não vou Ermano, odeio médico, odeio injeção, odeio hospital, odeio gente doente quase morrendo na fila.
— Michelle se arruma agora, ou você quer morrer? — a teimosia de Milk me estressava e eu agia feito uma mãe desesperada.
— É só uma febre seu dramático
— Eu não sei se você sabe, mas febre também pode matar.
— Quer saber, vai buscar a sua Aline pra comer a sua comida japonesa e me deixa em paz, se eu morrer não vou fazer falta mesmo — Milk pegou o edredom com raiva cobrindo-se toda.
— Não, eu vou te levar no médico — puxei o edredom dela.
— Então você vai sozinho
— Milk
— Ermano — ela me encarou
Depois de muito custo e gritos convenci Milk a ir no hospital, ela reclamou mais do que tudo mas foi. O atendimento demorou muito o que fez Milk reclamar mais ainda, sabe como é serviço público. O médico disse que aquilo não passava de uma virose e que apenas com um soro na veia todo o mal estar que Milk sentia iria passar, foi outra luta, Milk como uma criança mimada disse que não queria tomar, chorou, esperneou e até fugiu da sala de medicações, eu tive que corre atrás dela por uns dois corredores do hospital, mas por fim ela tomou o soro quando eu prometi que seguraria a sua mão que naquela hora suou mais que tudo.
Voltamos para casa e eu fiz para Milk uma sopinha bem leve, ou como reclamava ela “Lavagem de doente”.
— A sopa esta pronta, vou precisar dá na sua boquinha? — brinquei.
— Não — Milk riu — Acho que já sou bem grandinha apesar de ter agido feito uma criança.
— É — eu ri — Você me deu trabalho hoje pequena — Eu coloquei a mão em seu rosto acariciando a sua pele.
— Por que você largou o japonês com a Aline hoje pra cuidar de mim? — Milk me encarou.
— Eu odeio comida japonesa, você sabe.
— Não Mano, por que você a largou pra ficar cuidando de mim? — Milk por que você sempre quer saber de tudo?
— Na alegria e na doença, lembra?
Milk sorriu e disse: — Nós não fizemos votos de casamento Mano.
— Mas vamos fazer dona Michelle — Eu brinquei com seu nariz e Milk apenas sorriu sem contestar, agora que eu podia sempre iria cuidar dela.
  — Dos melhores momentos ao lado de Milk — Isabely Rodrigues


15 comentários:

  1. aiq ue história linda demais
    ameibezos

    ResponderExcluir
  2. oooown, FOFA demais a história, Parabéns

    http://iwiish.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ai, que amor essa história!!! hihi

    http://lullabyforju.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nossa muito bom mesmo, a cada dia Mano e Milk melhoram.

    ResponderExcluir
  5. Amei o texto, ficou muito bom mesmo!
    victory-blog1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Annnw, que fofinho *-*
    Adorei o final!
    Beijos,

    blog-meninama.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Muito lindo, awn *-*
    Beijos e te espero de volta lá,hein? http://cupcakedegarotas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Muito lindo , awn *--*
    Retribuindo o seu comentário lá no Apenas Sorria , aliás tem post novo lá ..
    Thank You ^^
    http://apenassorri-a.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Nahim...você sabe que amo esse casal,né? São muito fofinhos e adoro saber mais sobre eles!^^
    Beijocas!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

    ResponderExcluir
  10. Já acabou? ou tem mais? quero ler o resto *---*

    ResponderExcluir

Olá, me deixe um recadinho, se quiser que eu siga ou veja o seu blog é só deixar o link. Beijinhos.

© 2012-2017. Todos os direitos reservados.
Criado por: ISABELY RODRIGUES.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo